quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Mondo Drive-In (1997)

O mundo dos filmes antigos sempre me fascinou... E continua a me surpeender e me deixar cada vez mais fã até hoje, aonde vislumbra-se na tela as maravilhas da tecnologia cada vez mais crescente e constante. Desde os clássicos de Hollywood, passando pelas terras sem-lei dos Western spaghettis às pérolas surreais e fantasiosas dos filmes B e a pancadaria deslavada de Hong Kong, o cinema, em sua totalidade e diversidade, sempre me foi uma imensa fonte de diversão, cultura e inspiração. E boa música, claro.

A compilação Mondo Drive-In faz jus às palavras que listei acima: reúne diversão, cultura, inspiração e boa música, na forma de releituras de temas clássicos do cinema feitas por bandas recentes (como Satan's Pilgrims, botando Vito Corleone e a famiglia inteira pra dançar em uma abertura contagiante pra porra!), e excelentes no quesito reviver o tesão, a energia e a pegada matadora presentes nos velhos conjuntos de surf music. Sem contar com a arte "3-D" da capa, que já renderia uma resenha à parte...

1. The Godfather - Satan's Pilgrims

2. The Ghost And Mr. Chicken - The Tiki Tones

3. Beach Party - The Surf Trio

4. The Angry Breed - The Boardwalkers

5. Casbah - The Exotics

6. Mummy Walk - Thee Phantom 5ive

7. Hold On - Boss Martians

8. Village Of The Giants - The Unclaimed

9. Muscle Beach Party - The Chesterfield Kings

10. Zorba's Dance - The Insect Surfers

11. Titoli (From 'A Fistful Of Dollars') - The Galaxy Trio

12. Bedazzled - Popdefect

13. Chariots of Foam - The Penetrators

14. Lara's Theme - Planet Seven

15. Faster Pussycat - The Neptunas

16. The Words Get Stuck In My Throat - Miss Murgatroid





* Post dedicado ao companheiro Marcos Barrence (aka Rusty James), que com seus excelentes posts no blog Zona Vermelha e seu incentivo e participação constante na comunidade Thee Garage Blogs fez a alegria de toda uma galera que curte o bom, velho e sujo rock'n'roll e, talvez até inconscientemente, motivou alguns a criarem seus próprios blogs e compartilhar suas próprias sugestões e opiniões sobre o tema. Eu que o diga... RIP, bro. Keep the amps screaming!


terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Satanic Threat - In To Hell 7'' EP (2008)

Depois de meses jogado às traças do esquecimento, tomei vergonha na cara e decidi trazer o Dirty Old Songs de volta a ativa! O objetivo continua o mesmo: aterrorizar a bunda-molice e o ouvido alheio!

Bom, e nada melhor pra espantar o limbo e o tédio que permearam esse blog do que um bom e velho disco de hardcore. Velho? Não, porém, a julgar pela sonoridade, é impossível dizer que esse disco foi feito pós-1983.

Satanic Threat é formada por integrantes das bandas de death metal Midnight e Nunslaughter. O EP In To Hell, de 2008, possui um som remetente ao hardcore punk típico dos anos 80, rápido e cru, tendo como influência principal (inclusive no nome da banda/título das músicas) Minor Threat, com pitadas de Unity, Uniform Choice e outros mestres do gênero. Quanto as letras? Continuam fazendo a escola Minor Threat: imaginem a crítica ácida e direta de Ian MacKaye só que com uma temática extremamente satânica e anti-religião? Pois é: é o caso de músicas como "Guilty of Hating Christ" (uma alusão mais que clara à "Guilty of Being White"). As sacadas vocais e as comparações entre as letras chegam a ser cômicas.

Enfim, um disco musicalmente poderoso e divertidíssimo. Encare tais blasfêmias com bom humor (ou não) e baixe esta disco ímpar que, de qualquer forma, vale a pena conferir.
1. Guilty Of Hating Christ
2. He's On The Cross
3.
Small God, Big Cross

4. Satanic Threat
5. I Ain't Gotta Worship
6. Being Black
7.
Cursing At The Cross
8. Don't Follow Him

sábado, 22 de agosto de 2009

Satan Panonski - Nuklearne Olimpijske Igre (1990)

"Satan Panonnian is Catcher II, by the age, second of three sons, of anarchist Nikola Culjak, who is guilty, my dear father, of me being Satan Panonnian. Satan is like reumatism, when drawn into the bones (of rock'n'roll) it can never come out. I am proud of all truth that you are about to listen, or are listening..." (Ivica Culjak)

Ivica Culjak, também conhecido por Kecer II (Catcher II) ou Satan Panonski ("Satã Panoniano" ou "Satã da Panônia", região da Europa central), foi umas das figuras mais singulares do underground europeu. O carismático e controverso vocalista (também um ativo poeta e pintor), assumidamente homossexual, ficou conhecido por suas autodestrutivas e antológicas performances (tal qual um GG Allin croata) e pelos bizarros fatos de sua vida fora dos palcos; Dois fatores que, unidos às escassas informações sobre o artista, e sua música, experimental, primitiva e crua, contribuíram para que o mesmo ganhasse status de lenda cult na cena punk dos Bálcãs.

Nascido em Vinkovci (ao leste da Slavônia, área pertencente à ex-Yugoslávia, atual Croácia - "... first of all a town of phantoms, terrorists, anarchists, junkies, homosexuals, lesbians, a city of desinformation, controverse, absurd, paradox; A town of 40,000 inhibitants, a city which is rightfully named: 'Chicago of Yugoslavia'..." - nas palavras do próprio), Ivica interessou-se pelo punk na adolescência, após uma viagem à Alemanha. No início da década de 80, enquanto era vocalista da banda Pogreb X (Funeral X), foi condenado à prisão por ter assassinado (alegando legítima defesa) um homem da Máfia local em uma briga. Durante seu julgamento, alegou insanidade (não se sabe se o fato era real ou pura invenção para se safar da cadeia). Assim sendo, foi transferido para um manicômio (adquirindo o hábito da pintura e escrita de poemas), aonde permaneceu até aproximadamente o começo da década de 90, quando foi solto, junto de vários outros criminosos, pela anistia assinada pelo primero presidente croata, Franjo Tuđman.

Após ser solto, Ivica, um
punk herege e anti-nacionalista (segundo sua própria definição), alista-se na Guarda Nacional Croata (futuro Exército Croata). Sua decisão, no mínimo contraditória, foi explicada em 1991, em uma de suas poucas apresentações durante essa época, em uma fita chamada "Kako je panker branio Hrvatsku" ("Como um punk defendeu a Croácia"), e morreu como soldado, sob circunstâncias desconhecidas, no começo de 1992. Os fatos acerca de sua morte, assim como os de sua vida, são envoltos em mistérios e versões não-oficiais: uns dizem que seu rifle disparou acidentalmente, atingindo-o fatalmente na cabeça; Outros dizem que Ivica foi morto pelos seus próprios camaradas de exército, em uma emboscada.

O único LP solo de
Satan Panonski, Nuklearne Olimpijske Igre ("Jogos Olímpicos Nucleares"), não é um álbum para qualquer um. Se você está habituado ao “punk” de bandas como NOFX e Offspring, passe longe deste disco. As 24 faixas, mal-gravadas e todas cantadas em croata, possuem uma audição difícil, petulante. Um blues pós-apocalíptico liderado por um bizarro crooner. O instrumental: agressividade punk e cacofonia experimental. Uma torrente caótica composta por ruídos, bateria primitiva, baixo e guitarra (que, em algumas faixas, dá lugar a dois baixos distorcidos), que casa perfeitamente com um perturbado Ivica, que vomita seu vocal torturado e agressivo em letras (com esforço, encontradas em inglês na Internet) que se alternam entre o real e o onírico, possuindo como tema central seus devaneios mentais, sua própria mãe, sexualidade (ou sexo, propriamente dito), autodestruição e a realidade distorcida de um ambiente sujo, devastado e sem esperanças de uma terra sem leis, tomada pelo caos político e guerras civis. Mesmo sem entender uma palavra dita, a sensação causada (como li em uma das raras resenhas de seu material) é sempre a mesma: “images of frustrated cats trying to escape from cloth bags sinking into icy water” - Essa é a vívida imagem causada pela audição deste disco.

Recomendado aos que apreciam spoken word, punk finlandês, Crass e a barulheira infernal dos primeiros discos do Einstürzende Neubauten.
1. Hard Blood Shock
2. Cegevara
3. Pioniri Maleni
4. Ratno Stanje
5. Kamikaza
6. Odrezite Sise
7. Djecakova Pjesma
8. Oci U Magli
9. DM
10. Iza Zida
11. Tiho Bajka
12. Beduin
13. Slavica
14. Advocat
15. Trpi Kurvo
16. Sexualni Distonaliet
17. Caj od Maka
18. Kiss my Cock
19. Odrezi, Narezi, Zarezi
20. Misli Ii Istok
21. Kliktaj
22. Lepi Mario
23. Obdukcija
24. Pokolj

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Talkin' Trash ! Lookey Dookey - 78 minutes Of Non-Stop R'n'B Romp'n'Stomp (1956 - 1964)

Pergunta: o que você entende por Rhythm and Blues (ou, simplesmente, R&B)? Não. Esqueça todo esse lixo comercial que domina as rádios. Essa música da qual eu falo é bem mais suja, simples, áspera e imundamente sexy - características encontradas superficialmente (ou, pra ser bem mais claro, inexistentes) no R&B de MTV. Falo dos artistas negros que faziam a música barulhenta e repetitiva que incendiava os salões de dança e corpos adolescentes (aterrorizando a vida dos pais da América conservadora e moralista de algumas décadas atrás...). Uma música carregada de ritmo e malícia que, posteriormente, viria a ser chamada de rock'n'roll. Sem sombra de dúvidas, esta coletânea é a melhor introdução à crua e divertida música negra proveniente desta era dourada (1940-1960). Para se ouvir em alto e bom som.
1. Bunker Hill - The Girl Can't Dance
2. Guitar Crusher - The Monkey
3. Rex Garvin - Oh Yeah!
4. Continentals
- Don't Do It Baby

5. King Coleman - Lookey Dookey
6. L.C. McKinley
- Nit Wit

7. Louis Jones
- Rock 'N' Roll Bells

8. Premiers
- Run Along Baby

9. Sammy Fitzhugh
- Sadie Mae

10. Nightriders - Lookin' For My Baby
11. Bobby Louis
- Fire Of Love

12. Bobby Long & His Satellites
- Mojo Workout
13. Big Jay Mercer - Bermudas
14. Olympics
- Talkin' Trash

15. Pigmeat Markham
- Your Wire's Been Tapped

16. King Coleman
- Alley Rat

17. Evelyn Freeman
- Didn't In Rain

18. Mr. Wiggles - Homeboy
19. Morine & The Zercons
- Let A Woman Through

20. John Tee
- Roll Dem Bones

21. Reverend Lofton & His Holy Travellers
- Look To Jesus

22. Morine & The Zercons
- Show Me Where It's At

23. Melvin Smith
- Ugly George

24. Claude Cloud
- Hobo

25. Rudy Ray Moore
- Step It Up And Go

26. The Royal Jokers - You Tickle Me Baby
27. McKinley Mitchell
- Rock Everybody Rock

28. Wailin Bill Dell -
You Gotta Be Loose

29. Little Cameron
- She's Leaving

30. Volcanoes
- Oh Oh Mojo

31. Portuguese Joe
- Teenage Riot

32. Bill Johnson - You Better Dig It
33. Billy Lamont
- Hear Me Now

34. Emmet Lord
- Women

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Tabu! Volume 1 - Exotic Music To Strip By! Sex! Action! Bongos!

Dançarinas exóticas e strippers em algum bordel perdido na beira do deserto... No mesmo pique de Jungle Exotica, essa excelente coletânea faz jus ao nome que recebeu. São 16 faixas, em sua maioria instrumentais, incríveis, insanas, bizarras, etc, etc, etc...
Thunderbirds - Delilah Jones
DC5 - Chaquita
Imps - That'll Get It
Jokers - Congo Rock
Jumping Jewels - Istanbul
Bobby Arlin - Mushroom Machine

Jack Hammer - Twist Talk
Andrea Tosi - La Sorella Di Cristina
Teen Beats - Big Bad Boss Beat
Delegates - Pigmy
Twisters - Istanbul

Night Beats - Exotic
ZZ En De Maskers - Beat Girl
Jive-A-Tones - The Wild Bird
Kicks - The Kick
Red Garrison and His Zodiacs - Taboo

terça-feira, 7 de julho de 2009

The Ultimate Horror: 50's & 60's Rockin' Horror Disc

Sexta-feira 13. Meia-noite. A noite é coberta por uma densa camada de neblina. Ratos, baratas, morcegos e o sussuro lúgubre das corujas cortam o mórbido silêncio das ruas. Não muito distante, um lugar abandonado, repleto de teias de aranha e gatos pretos passeando pelos telhados. Dentro da assustadora mansão, uma surpresa: vampiros, lobisomens, fantasmas, aberrações, zumbis e garotinhas indefesas dançam freneticamente em uma festa regada a rockabilly de primeira! Esse é o clima que permeia esta ótima coletânea, divertidíssima da primeira à última faixa. Indispensável.
1.Round Robin - I'm The Wolfman
2.The Swanks - Ghost Train
3.Bert Convy - The Monster Hop
4.Archie King - The Vampires
5.Gary "Spider"Webb - The Cave Part 1
6.Tony's Monstrosities - Igor's Party
7. Lavern Baker - Voodoo Voodoo
8.The Frantics - Werewolf
9.Jack & Jim - Midnight Monster's Hop
10.Leroy Bowman - Graveyard
11.Jan Davis - Watusi Zombie
12.Lord Luther - I Was A Teenage Creature
13.Bunker Hill - Red Ridin' Hood & The Wolf
14.Igor & The Maniacs - The Big Green
15.Morgus & The Ghouls - Morgus The Magnificent
16.Kip Tyler - She's My Witch
17.Gary "Spider"Webb - The Cave Part 2
18.Mann Drake - Vampires Ball
19. Lou Chaney - Monster Holiday
20.Lee Kristofferson - Night of The Werewolf

sexta-feira, 19 de junho de 2009

No Thanx! The '70s Punk Rebellion (Volumes 3 e 4)

Como o prometido, aí estão os volumes 3 e 4. Divirtam-se!


DOWNLOAD Volume 3


1. Ready Steady Go - Generation X

2. Teenage Kicks - The Undertones

3. Sex & Drugs & Rock & Roll - Ian Dury

4. Ever Fallen In Love (With Someone You Shouldn't've?) – Buzzcocks

5. Rocket U.S.A. - Suicide

6. Mongoloid – Devo

7. Homicide – 999

8. Mr. Big - The Dils

9. Warsaw - Joy Division

10. Where Were You? - The Mekons

11. Lexicon Devil - The Germs

12. (My Baby Does) Good Sculptures - The Rezillos

13. The Wait - The Pretenders

14. We Got The Neutron Bomb - The Weirdos

15. Pablo Picasso - The Modern Lovers

16. Action Time Vision - Alternative TV

17. 2-4-6-8 Motorway - Tom Robinson Band

18. We Are The One - The Avengers

19. Borstal Breakout - Sham 69

20. Wasted - Black Flag

21. Sheena Is A Punk Rocker – Ramones

22. I Love Livin In The City – Fear

23. She's So Modern - The Boomtown Rats

24. Ghosts Of Princess In Towers - Rich Kids

25. We're Desperate - X

26. You Drive Me Ape (You Big Gorilla) - The Dickies

27. Dancing The Night Away - The Motors


DOWNLOAD Volume 4

1. Hong Kong Garden - Siouxsie & The Banshees

2. Hanging On The Telephone – Blondie

3. Top Of The Pops - The Rezillos

4. Adult Books – X

5. The Sound Of The Suburbs - The Members

6. California Über Alles - Dead Kennedys

7. Another Girl, Another Planet - The Only Ones

8. (I Want To Be An) Anglepoise Lamp - The Soft Boys

9. Radio, Radio - Elvis Costello & The Attractions

10. Typical Girls - The Slits

11. Human Fly - The Cramps

12. Psycho Killer - Talking Heads

13. Babylon's Burning - The Ruts

14. If The Kids Are United - Sham 69

15. Alternative Ulster - Stiff Little Fingers

16. Boys Don't Cry - The Cure

17. She Is Beyond Good And Evil - The Pop Group

18. Is She Really Going Out With Him? - Joe Jackson

19. Get Over You - The Undertones

20. Love Like Anthrax - Gang Of Four

21. Peaches - The Stranglers

22. Into The Valley – Skids

23. You Can't Put Your Arms Round A Memory - Johnny Thunders

24. Love Will Tear Us Apart - Joy Division